Marcos de Paula|Estadão
Marcos de Paula|Estadão

Greve na Petrobrás faz produção de petróleo cair

Funcionários da estatal pararam por 15 dias em novembro; com paralisação, produção caiu 1,1% no mês

Antonio Pita, O Estado de S. Paulo

05 de janeiro de 2016 | 08h49

Após mais de 15 dias de greve de trabalhadores da Petrobrás em novembro, a produção de petróleo no País caiu 1,1% na comparação com o mês anterior, segundo balanço da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP) divulgado ontem. 

De acordo com a ANP, a produção de petróleo somou 2,38 milhões de barris por dia em novembro, um volume 0,9% maior que no mesmo mês de 2014. O balanço também que a produção de gás natural também foi afetada pelo movimento grevista, caindo 3,5% em novembro na comparação com o mês anterior. 

“A redução da produção em novembro, em relação a outubro, teve como principal causa as diversas interrupções de produção (...) devido à greve de funcionários da Petrobrás, que durou aproximadamente 15 dias”, afirmou a agência reguladora. 

A greve dos trabalhadores da Petrobrás foi iniciada em 1º de novembro e paralisou mais de 50 unidades de produção. A greve reivindicou a interrupção do plano de desinvestimento da estatal, além de reajuste salarial e manutenção de direitos trabalhistas. Empresa e trabalhadores chegaram a um acordo de reajuste de 9% e criaram um grupo de trabalho para discutir a saúde financeira da estatal.

Tudo o que sabemos sobre:
PetrobrásGrevePetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.