Greve nacional de caminhoneiros tem baixa adesão

A greve nacional de caminhoneiros convocada para esta quarta-feira pelo Movimento União Brasil Caminhoneiro nas comemorações do Dia do Motorista teve baixa adesão, mas os protestos provocaram lentidão no trânsito em algumas rodovias.

JULIO CESAR LIMA, RENE MOREIRA, MARCELO PORTELA E ELDER OGLIARI, Agencia Estado

25 de julho de 2012 | 20h31

No Rio Grande do Sul, um grupo de caminhoneiros que disse não ser ligado a qualquer sindicato bloqueou o quilômetro 66 da BR-392, entre Pelotas e Rio Grande, por meia hora na manhã desta quarta-feira. Representantes do Movimento União Brasil Caminhoneiro confirmaram que o bloqueio não foi promovido por motoristas ligados à entidade. Em postos próximos a Porto Alegre, Santa Maria e Vacaria houve concentração de caminhoneiros para comemorar o Dia do Motorista com churrascos.

Em Minas Gerais, houve lentidão e filas de caminhões em várias rodovias do Estado e a Polícia Rodoviária Federal deteve três manifestantes que tentavam bloquear a BR-381, em Monlevade. A intervenção da polícia fez com que os manifestantes concordassem em manter o protesto apenas em parte da pista na altura do quilômetro 359, o que causou lentidão no tráfego na rodovia que liga a capital mineira ao Espírito Santo.

No Paraná, o local com maior concentração de caminhões foi o quilômetro 67 da BR-116, em Campina Grande do Sul, onde cerca de 100 caminhões chegaram a ficar estacionados até o meio-dia. Durante a tarde a mobilização foi perdendo força e, segundo a Polícia Rodoviária Federal, até o início da noite havia apenas um grupo de caminhoneiros no trecho da rodovia PR-182, em Palotina.

A greve dos caminhoneiros quase não vingou na região de Ribeirão Preto, no interior paulista. Manifestantes tentaram no início da madrugada fechar a rodovia Cândido Portinari, no trecho entre Franca e Cristais Paulista, mas foram impedidos pela PM e pela Polícia Rodoviária Federal.

Tudo o que sabemos sobre:
caminhoneirosgreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.