carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Greve pode levar Fiat a suspender produção em duas fábricas na Itália

Paralisação de transportadores torna-se cada vez mais cara e não dá sinais de estar perto do fim

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

23 de março de 2012 | 10h18

MILÃO - A Fiat disse que suspenderá novamente a produção em duas unidades na Itália, incluindo uma onde a montadora monta o novo carro Panda city, enquanto uma greve de transportadores torna-se cada vez mais cara e sem sinais de acabar.

A montadora anunciou que vai suspender a produção na sua fábrica em Cassino durante três dias e na unidade de Pomigliano d'Arco por dois dias. Em Cassino, a empresa fabrica o Fiat Bravo hatchback, o Alfa Romeo Giulietta hatchback e o Lancia Delta, uma mistura de sedã com perua.

A Fiat afirmou que a greve, que já dura um mês, estava prejudicando não só a empresa mas toda a indústria automotiva do país.

"Os longos e numerosos atrasos na entrega dos produtos aos revendedores e clientes estão tendo consequências graves sobre o faturamento e os registros na Itália e no exterior", disse a montadora em um comunicado. "O prejuízo econômico causado pelo protesto está se tornando insustentável para o setor automotivo italiano, que já tinha sido atingido pela tendência (de queda) do mercado."

A paralisação está sendo realizada pelos motoristas que transportam carros recém-fabricados a partir de unidades da Fiat para concessionárias e outros lugares.

A Fiat teve de suspender a produção em todas as cinco fábricas que possui na Itália em algum momento desde que os problemas provocados pela greve na semana passada vieram a público. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.