Grife com desconto lota centro de compras de luxo

Outlet abre as portas com boas marcas e descontos de até 80%

Cleide Silva, LOUVEIRA, O Estadao de S.Paulo

29 de junho de 2009 | 00h00

Estacionamento lotado, filas para entrar nas lojas mais ?populares? e para pagamento nos caixas e mais gente olhando do que comprando. O primeiro dia de funcionamento do Outlet Premium São Paulo, único shopping com lojas de grifes dessa categoria na América Latina, atraiu milhares de pessoas que queriam conferir os descontos de até 80% em produtos de luxo, de vestuários a panelas.Inaugurado no sábado, na cidade de Louveira, à beira do quilômetro 72 da rodovia dos Bandeirantes, o empreendimento tem as características dos outlets americanos, com galpões separados para cada marca, uma espécie de shopping a céu aberto afastado dos grandes centros urbanos.A filosofia do outlet é vender coleções anteriores ou "desovar estoques", conforme define Alexandre Dias, diretor de Marketing e relações com o varejo da General Shopping Brasil, uma das empresas donas do negócio que custou R$ 60 milhões.Após 1h20 na fila do caixa, o casal Rafael Roberto Silva e Camila Soave saíram da loja da Nike com seis itens, um deles era um par de tênis que custou R$ 159. "No shopping normal custava R$ 399", contou Camila, que mora em Campinas. Na Diesel, calças jeans eram oferecidas por R$ 339 a R$ 499, ante preços oficiais de R$ 600 a R$ 1,2 mil. São de duas coleções anteriores a atual. Na Ellus, o jeans de R$ 589 era vendido por R$ 298.Na ótica Brasolin, óculos de sol da Tag Heuer, vendido por R$ 2,2 mil, era oferecido por R$ 890. Um modelo Fendi, cotado em R$ 1,4 mil, pode ser adquirido por R$ 395. "Abrimos a loja com 4 mil itens em estoque e nenhum produto está esgotado", informou Alexandre Brasolin, dono da rede. O mesmo não ocorreu na Lacoste, que, ao meia dia, já não tinha mais camisas tipo Polo, vendidas por R$ 129, R$ 80 abaixo do preço normal.Das 80 lojas do empreendimento, 74 já estão locadas e 56 abriram as portas no sábado. "Algumas marcas estrangeiras atrasaram a abertura porque tiveram de esperar aprovação das matrizes", informou Dias.Também estão no outlet marcas como Victor Hugo, Dumond, Carmen Steffens, Fiorucci, Aramis e UZGames. O estacionamento interno tem 1,2 mil vagas, mas no sábado foi preciso apelar para área do Wet?n Wild, parque aquático que fica em frente ao shopping, ao lado do Hopi Hare.O consumidor acostumado a ir a uma loja de grife e encontrar tudo organizado vai se deparar com um cenário de peças amontoadas pelos balcões, muitas mercadorias sem preços e poucos vendedores. "Achei o pessoal despreparado para atender e muita desorganização", reclamou o consultor Luiz Carlos Godoy. "Vamos voltar outro dia em que o movimento estiver mais calmo", disse a esposa Ana Maria.O casal e dois filhos saíram do bairro da Lapa, em São Paulo, e gastaram R$ 1 mil em compras. As irmãs Amanda e Thais Assis e a amiga Amanda Mungo - com idades entre 16 e 19 anos - não se importaram com a "muvuca". Compraram casacos, blusas e calças, mas não souberam informar quanto gastaram. "Nossas mães pagaram as compras", explicou Tais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.