Gros diz a FHC que não sai da Petrobras se Lula vencer no domingo

O presidente da Petrobras, Francisco Gros, desmentiu nesta quinta-feira ao presidente Fernando Henrique Cardoso que vá deixar o cargo na próxima segunda-feira, em caso de vitória do candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, no primeiro turno.De acordo com entrevista concedida por Gros ao jornal canadense The Globe and Mail, Gros poderia se afastar da Petrobras no caso da eleição de Lula. Segundo o porta-voz do Planalto, Alexandre Parola, Gros conversou, por telefone, com o presidente ?que não é sua intenção afastar-se do seu cargo na próxima semana?.O porta-voz disse que Fernando Henrique não tem informação de que a Petrobras possa estar mudando a política de importação de gás de cozinha (GLP), a partir deste mês, para obrigar as empresas a adquirirem o produto de fornecedores estrangeiros e forçar uma redução de preço, o que poderia provocar um desabastecimento no País.?O presidente não tem nenhuma informação a esse respeito e não acredita que isso venha a ocorrer?, disse o porta-voz, acrescentando que ?o presidente está seguro que a empresa agirá de modo responsável, garantindo que não haja qualquer problema de desabastecimento?.

Agencia Estado,

03 de outubro de 2002 | 19h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.