Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Grupo Bertin tem até hoje para regularizar térmicas

O Grupo Bertin tem até hoje para entregar à Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) carta de fiança para regularizar a situação das térmicas de Maracanaú e Borborema e evitar a perda da outorga das usinas. Segundo o presidente da Chesf, Dilton da Conti, como a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) fixou até 6 de junho para que o Bertin quite a dívida, hoje é a data-limite para que o grupo entregue a documentação necessária para que os trâmites burocráticos, a exemplo da assinatura do contrato, sejam equacionados dentro do prazo estipulado pelo órgão regulador. A dívida do Bertin com a Chesf é de cerca de R$ 220 milhões. Segundo Conti, esse valor está atualizado até abril.

Karla Mendes, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.