Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Grupo de luxo compra marca de sapatos Jimmy Choo

O grupo de luxo Labelux informou ontem que concordou em comprar a marca de calçados femininos Jimmy Choo da empresa de private equity TowerBrook Capital Partners.

The New York Times, O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2011 | 00h00

O valor do negócio não foi informado, mas fontes próximas à negociação informaram que o valor ficou próximo do faturamento anual da marca, hoje próximo de US$ 800 milhões. A TowerBrook planejava abrir o capital da Jimmy Choo, mas optou pela alternativa de vender a empresa a um comprador estratégico.

"A Jimmy Choo cresceu de 60 lojas para uma presença internacional de 120 unidades. E a marca tem um grande potencial de crescimento, especialmente na Ásia, onde a Labelux tem um histórico de sucesso", afirmou Ramez Sousou, executivo da TowerBrook, investidor que administrava a marca desde 2007.

Baseada na Áustria, a Labelux é uma divisão do braço de investimento da família Reimann. Fundada há quatro anos, a Labelux administra marcas de luxo como Bally, Derek Lam e Zagliani.

Os principais executivos da Jimmy Choo - incluindo a fundadora e diretora executiva Tamara Mellon e o executivo-chefe Joshua Schulman - devem permanecer nos cargos, apesar da mudança societária.

Para concluir o negócio, a Labelux contratou a Rothschild como consultor financeiro. A TowerBrook contratou o Goldman Sachs e o Morgan Stanley para o mesmo fim. O negócio deve ser concluído no mês que vem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.