finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Grupo é contido com bala de borracha na Barra da Tijuca

Um grupo de manifestantes com cerca de 15 pessoas tentou se aproximar do hotel Windsor pela areia da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Eles passaram pela primeira barreira de grades da Força Nacional, mas foram contidos pela segunda barreira com balas de borracha.

ADRIANO BARCELOS, Agencia Estado

21 de outubro de 2013 | 14h26

Durante um conflito que começou por volta de 13h25, o repórter fotográfico Gustavo Oliveira, da agência britânica Demotix, foi atingido por uma pedra no braço, lançada por manifestantes.

Mais cedo, um fotógrafo do jornal O Globo, Pablo Jacob, foi atingido de raspão por uma bala de borracha.

Desde a manhã, o local tem sido palco de confrontos entre manifestantes, Exército e Força Nacional. Os manifestantes protestam contra o leilão da área de Libra, a primeira do pré-sal a ser leiloada em regime de partilha.

Tudo o que sabemos sobre:
pré-salleilãoprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.