Grupo que defende credores ataca governo de Cristina

O grupo lobista American Task Force Argentina (Atfa), que defende os interesses dos credores nos EUA, chamados pelo governo argentino de fundos abutres, divulgou ontem um relatório em que pede negociação direta e acusa 14 integrantes do governo por aumento no patrimônio "injustificável". O ministro do Interior e dos Transportes, Florencio Randazzo, um dos mencionados, atribuiu a acusação ao fato de ele ser pré-candidato à Presidência.

O Estado de S.Paulo

11 Fevereiro 2015 | 02h07

"Minha declaração de renda é pública", disse. Segundo ele, a valorização se deve ao aumento dos imóveis. A disputa tornou-se tema de campanha para a presidente Cristina Kirchner, que trata os fundos como inimigos. O país terá eleição em outubro. / R.C.

Mais conteúdo sobre:
O Estado de S. Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.