coluna

Louise Barsi: O Jeito Waze de investir - está na hora de recalcular a sua rota

Grupo RBS adquire jornal <i>A Notícia</i> de Joinville

O grupo gaúcho RBS vai incorporar o jornal A Notícia, de Joinville (SC), a partir de setembro. O negócio foi anunciado em nota distribuída à imprensa nesta quinta-feira e corresponde a mais uma etapa da expansão do conglomerado, que tem sede em Porto Alegre, ramificações em Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal e disposição para crescer também em outros Estados do País.O comunicado não informa detalhes da negociação, limitando-se a dizer que o acordo foi fechado na quarta-feira e que os corpos jurídicos das duas empresas passarão agora à fase de auditorias e elaboração dos contratos definitivos da operação, que deve estar concretizada até 20 de setembro para que a RBS assuma a gestão de A Notícia a partir do dia 21 de setembro. O jornal A Notícia foi fundado em 24 de fevereiro de 1923 e circula atualmente em 260 municípios catarinenses, com uma tiragem de 32 mil exemplares por dia.Antes de assumir a gestão do jornal de Joinville, a RBS lança seu terceiro diário em Santa Catarina na próxima segunda-feira. O jornal A Hora de Santa Catarina, com foco voltado para prestação de serviços, esportes, variedades e segurança, circulará em nove municípios da região metropolitana de Florianópolis, onde vivem cerca de 800 mil pessoas.Com os novos títulos, a RBS passa a ter oito jornais diários. No Rio Grande do Sul a empresa edita o Diário de Santa Maria; Pioneiro, em Caxias do Sul, e Zero Hora e Diário Gaúcho, em Porto Alegre. Em Santa Catarina, conta com o Diário Catarinense e Hora de Santa Catarina, em Florianópolis; Jornal de Santa Catarina, em Blumenau; e A Notícia, em Joinville.Há fortes comentários no mercado de que o grupo estaria adquirindo a Rede Anhangüera, com sede em Campinas (SP), mas a diretoria da RBS evita falar no assunto. A expansão para o Estado de maior movimento econômico do País já começou no final do ano passado, com a aquisição da Nossa Rádio.Além dos jornais, o grupo gaúcho tem 26 emissoras de televisão aberta, duas emissoras locais de televisão, 26 emissoras de rádio, dois portais de internet, editora, gravadora, empresa de logística e empresa de marketing para jovens, que empregam cerca de cinco mil pessoas. No ano passado, o grupo faturou R$ 825,1 milhões e teve um lucro líquido de R$ 78 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.