Grupo Silvio Santos lança consórcio imobiliário

O Grupo Silvio Santos anunciou sua entrada no mercado de consórcios imobiliários. Batizado de "Plano Minha Casa", o consórcio foi criado a partir de parceria entre três empresas do grupo: o Consórcio Nacional PanAmericano, que administrará as cotas; a PanAmericana de Seguros, responsável pelo seguro prestamista (um seguro de vida que, em caso de morte do titular, cobre o saldo devedor); e o SBT (Sistema Brasileiro de Televisão), responsável pela divulgação do produto.Os idealizadores do consórcio apostam na sinergia entre as empresas para alcançar metas ambiciosas. Segundo o vice-presidente do Banco PanAmericano, Rafael Palladino, a intenção é encerrar 2002 com R$ 270 milhões a R$ 300 milhões em cotas vendidas. Para tanto, até março, Palladino espera atingir a marca de mil cotas comercializadas por mês. Como comparação, basta lembrar que todas as outras administradoras vendem, em conjunto, cerca de 4 mil cotas de imóveis por mês, no Brasil."Até o final de 2003, queremos ser, pelo menos, o segundo maior administrador do País, no ramo imobiliário", afirmou o gerente-geral de Consórcios do Consórcio Nacional PanAmericano, Tufic Cohen. Atualmente, o líder do segmento é a Rodobens, com 192 grupos formados para imóveis em construção e 6.628 unidades entregues desde sua constituição até outubro de 2001, último dado disponível no Banco Central. Em seguida, vem a Remaza, com 15 grupos para imóveis em construção e 1.785 unidades entregues.O "Plano Minha Casa" se baseia na estrutura já existente de comercialização de cotas da Consórcio Nacional PanAmericano, que possui mais de mil agentes. No final de dezembro, a empresa contava com 147 grupos formados, entre carros novos, usados, motos e computadores; 24.440 participantes ativos e 3 mil contemplados.A estrutura também envolve a montagem de um call center pela Uranet, empresa do grupo, capaz de atender 9 mil ligações por dia; divulgação por telemarketing para os clientes do Banco PanAmericano; a comercialização do "Plano Minha Casa" nas 81 lojas de crédito do PanAmericano; o site www.panamericano.com.br; o cadastramento e treinamento de corretores de imóveis e de seguros. "Além disso, os consorciados também poderão vender as cotas a amigos e parentes e serão comissionados por isso", afirmou Cohen.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.