Grupo Time é vendido por US$ 2,8 bilhões

Grupo Time é vendido por US$ 2,8 bilhões

Dono de revistas como ‘Fortune’ e ‘Sports Illustrated’ vai para as mãos do grupo de mídia Meredith; negócio é bancado parcialmente pelos irmãos Koch

Agências, Reuters

26 de novembro de 2017 | 23h24

O grupo de mídia norte-americano Meredith anunciou nesse final de semana que vai comprar a editora norte-americana Time Inc., responsável por revistas como a Time, a Sports Illustrated e a Fortune. A transação, avaliada em US$ 2,8 bilhões, será feita toda em dinheiro e é bancada parcialmente pela dupla de irmãos bilionários e conservadores Charles e David Koch, de um império industrial que inclui a fabricante de copos Dixie e a marca Lycra. 

+++ Morre Charles Manson, um dos assassinos mais conhecidos dos EUA

O acordo é uma grande vitória para a Meredith, grupo baseado em Iowa e que tenta comprar a Time desde 2013. Com a aquisição, a empresa terá publicações de notícias, negócios e esportes – hoje, a Meredith é melhor conhecida por revistas de estilo de vida e decoração, como Better Homes & Gardens e Family Circle. Para analistas, a compra da Time pode ajudar a Meredith a conseguir criar uma empresa independente dedicada apenas a seus negócios em rádio e TV.

+++ Serena Williams se casa em cerimônia inspirada em conto de fadas

Quando combinadas, as marcas da Meredith e da Time terão cerca de 135 milhões de leitores – 60 milhões, assinantes das revistas. Além disso, o acordo vai expandir o público da Meredith no cenário digital, criando um negócio de 170 milhões de visitantes mensais, apenas nos EUA. 

Parceria. Pouco menos de um quarto do valor da transação – US$ 650 milhões – será bancada pelo Koch Equity Development, braço de investimentos privados dos irmãos Koch. No anúncio oficial, as empresas dizem que os irmãos não terão assentos no conselho da Meredith, nem influência nas decisões editoriais ou gerenciais da empresa. 

Conhecidos por sua defesa de valores conservadores e influência dentro do Partido Republicano, os Kochs já tentaram comprar outros veículos de imprensa, como o Los Angeles Times e o Chicago Tribune, em 2013. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.