Guarulhos é alvo de lançamentos com padrão econômico

Município deve ficar com maior parte das unidades residenciais que chegam ao mercado nos próximos três meses

O Estado de S. Paulo,

29 de maio de 2014 | 11h11

SÃO PAULO - Com foco em unidades de padrão econômico, a MRV planeja lançar cerca de 1.200 unidades residenciais nos próximos três meses, segundo afirma o diretor comercial da incorporadora, Sérgio Amaral.

Os prédios serão construídos em diversas cidades da Grande São Paulo, especialmente em Guarulhos, cidade que concentrou também o maior número de empreendimentos de janeiro a março deste ano, quando foram lançados 790 apartamentos. Um deles foi comprado pelo vendedor David Novaes, de 30 anos.

Cumbica. Desde que o programa Minha Casa, Minha Vida foi lançado, em 2009, Novaes viu a possibilidade de realizar o desejo de sair do aluguel de R$ 650 que paga atualmente em Guarulhos. Natural da cidade, ele encontrou o imóvel que queria, e podia pagar em abril, ao visitar um lançamento da MRV no Jardim Cumbica.

Com a previsão de entrega para abril de 2016, o apartamento de 47 m² tem dois dormitórios; um para Novaes e outro para seu único filho, de 3 anos, "Estou muito feliz. Depois de quitar o financiamento dá até para pensar, quem sabe, em comprar algo maior."

O diretor comercial da MRV afirma que houve concentração de lançamentos. "Cerca de 40% deles foram colocados no mercado nos três últimos meses de 2013", diz Sérgio Amaral"Ainda temos uma demanda forte."

Os estoques na região chamada de Grande ABC diminuíram de 4.202 em dezembro para 3.160 em março deste ano, segundo levantamento da ACIGABC. O estudo inclui Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

Para Amaral, é bom momento para comprar um imóvel na região. "Os juros do programa Minha Casa, Minha Vida têm se mantido estáveis, mesmo com a alta da Selic", diz, referindo-se à taxa que serve de parâmetro para os juros do mercado.

Tudo o que sabemos sobre:
Top ImobiliárioImóveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.