Julien de Rosa/Reuters
Julien de Rosa/Reuters

Guedes pede desculpas por 'brincadeira' ofensiva sobre mulher de Macron

Mais cedo, ministro da Economia disse que 'o presidente falou mesmo e ela (Brigitte) é feia mesmo' e reclamou do excesso de atenção aos 'maus modos' de Bolsonaro

Idiana Tomazelli, enviada especial, O Estado de S.Paulo

05 de setembro de 2019 | 22h35

FORTALEZA - Quase cinco horas depois da fala de Paulo Guedes sobre a primeira-dama francesa, Brigitte Macron, o Ministério da Economia divulgou um pedido público de desculpas na noite desta quinta-feira, 5. Segundo a pasta, o ministro fez uma “brincadeira” durante palestra para empresários em Fortaleza ao afirmar que "ela (Brigitte) é feia mesmo", reforçando afirmação polêmica do presidente Jair Bolsonaro sobre a mulher de Emmanuel Macron.

“O ministro Paulo Guedes pede desculpas pela brincadeira feita hoje em evento público em Fortaleza (CE), quando mencionou a primeira-dama francesa, Brigitte Macron”, diz a pasta em nota à imprensa. “A intenção do ministro foi ilustrar que questões relevantes e urgentes para o País não têm o espaço que deveriam no debate público. Não houve qualquer intenção de proferir ofensas pessoais”, afirma o comunicado.

Mais cedo, Guedes defendeu o jeito "espontâneo" e reclamou do que chamou de excesso de atenção para as falas e os "modos" do presidente Jair Bolsonaro, enquanto, segundo ele, o País tem tido progressos na área econômica. A fala sobre Brigitte foi recebida com risos pelo público do evento.

Relembre

Em um post no Facebook em que falava da Amazônia, um dos seguidores da página do presidente postou uma montagem com duas fotos. Na imagem de cima, Brigitte Macron aparece atrás do marido e, na de baixo, o Bolsonaro aparece com a primeira-dama brasileira, Michelle Bolsonaro, à frente. Ao lado das fotos, há um texto dizendo “Entende agora pq Macron persegue Bolsonaro?” A página do presidente da República respondeu ao seguidor com “não humilha cara. kkkk

Brigitte Macron, de 66 anos, é mulher do presidente francês Emmanuel Macron, de 42 anos. Os dois se conheceram quando Brigitte tinha 39 anos e Macron, 15 - ela era professora dele. O casal está junto há 12 anos.

O presidente francês lamentou os comentários "extremamente desrespeitosos" de Bolsonaro  sobre sua mulher e disse que espera que os brasileiros tenham rapidamente um presidente que "se comporte à altura" do cargo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.