Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Guedes retoma contatos com credores da Varig amanhã

O presidente interino da Varig, Manuel Guedes, disse que pretende retomar a partir de amanhã as negociações com potenciais investidores na companhia aérea e com os credores. Guedes não revelou os nomes das companhias que estavam sendo contatadas, mas disse que são por exemplo ligados a fundos de investimento e de private equity. Com os credores, o objetivo principal é buscar alongamento das dívidas da empresa e custos mais adequados, na medida do possível, para o pagamento. Em paralelo, o executivo informou que deverá ir pessoalmente ao BNDES amanhã informar que a companhia continua interessada na participação do banco no processo de recapitalização e aguarda a resposta até o dia 30 de novembro sobre o projeto apresentado desde março. O próprio BNDES havia se comprometido nas últimas semanas a definir sua posição quanto à recapitalização da Varig e as condições que eventualmente poderia apresentar para apoiar o projeto.O executivo reiterou que a Fundação Ruben Berta (FRB) está disposta a abrir mão do controle acionário do grupo e explicou que o projeto inicialmente apresentado estimava uma capitalização total de US$ 300 milhões a US$ 400 milhões, entre as participações de potenciais investidores, credores, e do próprio do BNDES.O conselho de curadores da Fundação Ruben Berta elegeu o novo conselho de administração da FRB-Par Investimentos S.A., que é a holding que controla os investimentos da Fundação. O conselho da FRB-Par será presidido por Yutaka Imagawa, que vai substituir o ex-presidente da Varig, Arnim Lore, que também acumulava a presidência do conselho.Os outros membros são o ex-executivo da Varig, Joaquim Fernandes dos Santos; o economista Luiz Carlos Vain; André Beer, ex-vice-presidente da General Motors; e o executivo Waldir Dias Santana, que foi membro do conselho de administração da Bombril e assistente da presidência da empresa.QueroseneA Varig está pagando diariamente o fornecimento de querosene de aviação da BR Distribuidora, desde o dia 11 de novembro, e deverá começar a fazer pagamentos diários também das tarifas devidas à Infraero, disse Guedes. "Faz sentido que os credores não queiram aumentar sua exposição e a Varig está preparada para fazer os pagamentos diários", afirmou o executivo.

Agencia Estado,

27 de novembro de 2002 | 17h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.