Guerra de liquidações mantém vendas aquecidas

Logo após o melhor Natal da década para o comércio, pelo menos sete grandes redes varejistas começaram o ano com uma verdadeira guerra de liquidações. Além dos descontos que chegam a 70% sobre o preço de etiqueta de móveis, eletrodomésticos, eletrônicos e artigos de vestuário, são oferecidas facilidades de pagamento, como a entrada só depois do carnaval.A disputa para ampliar as vendas este mês está acirrada. O Magazine Luiza, a terceira maior rede varejista de eletrodomésticos e móveis, abre amanhã as portas de 392 lojas às 6 horas na expectativa de vender R$ 60 milhões em um único dia. O recorde da empresa foi alcançado na liquidação do ano passado, quando o faturamento atingiu R$ 50 milhões.O Ponto Frio, vice-líder do varejo de eletrodomésticos, também quer fisgar o consumidor no começo do ano. Para contra-atacar a concorrência, a rede fará amanhã uma liquidação de um dia nas 389 lojas da rede, que serão abertas três horas mais cedo que o horário habitual. A expectativa é de ampliar de 15% a 20% as vendas na liquidação deste ano em relação ao mesmo evento realizado num único dia em janeiro de 2007. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.