Guia contra crimes virtuais

O medo da invasão de criminosos profissionais nos serviços das instituições financeiras na Internet levou a Federação Brasileira das Associações de Bancos (Febraban) a criar um manual contra os crimes virtuais. O "Guia de Referência sobre Ataques Via Internet", disponível no site da instituição (veja link abaixo), tem como objetivo preparar as empresas contra o possível ataque de hackers profissionais - internautas que driblam os esquemas de segurança de empresas e bancos para alterar dados e comprometer os sistemas operacionais. Preparado em parceria com a Internet Security System (ISS) - empresa de segurança de redes -, o guia possui uma série de capítulos que alertam sobre os riscos das transações pela Internet e demonstram as melhores práticas para que os sites ofereçam maior segurança. Guia traz os conceitos de segurança e proteção Destinado a bancos, empresas de créditos e financeiras, prestadoras de serviço de acesso à Internet e clientes do sistema bancário, o guia é dividido em duas partes: conceitos de segurança da informação e proteção contra ataques via Internet. Nos capítulos sobre conceitos de segurança, traz informações detalhadas sobre a avaliação e gerenciamento de riscos, identificação de ameaças e falhas de segurança, avaliação de políticas e procedimento de segurança.Em relação aos ataques, o trabalho ensina como neutralizar a invasão de sistemas pela Internet. O guia também revela o perfil do invasor e as armas usadas pelos criminosos virtuais. Além disso, traz demonstrações das fases de um ataque, como fazer a prevenção e defesa a tais ataques. No final do guia, o internauta pode encontrar dicas e opções de ferramentas de segurança para a Internet.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.