carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Há espaço para exportações brasileiras, diz representante dos EUA

O diretor geral do Departamento de Comércio dos Estados Unidos, Carlos Poza, disse hoje que há muitos nichos de mercado no território americano que podem ser preenchidos por exportadores brasileiros. Durante palestra no Congresso Brasileiro de Promoção Comercial, realizado pela União Brasileira dos Promotores de Feira (Ubrafe), ele afirmou que o aumento da população hispânica nos EUA faz com que cresça a demanda por produtos alimentícios, vestuário, cosméticos e fragâncias."Algumas empresas que não exportam precisam entender que há nichos que não foram preenchidos", disse. Poza afirmou também que o surto de pneumonia na China pode abrir novas portas para as empresas brasileiras. Segundo ele, o setor de calçados norte-americano está preocupado com as vendas de final de ano porque não estão indo à China fazer suas encomendas. "Sem dúvida esta é uma grande oportunidade de empresas brasileiras contactarem compradores dos Estados Unidos", afirmou.O diretor, responsável por um orçamento anual de US$ 200 milhões para a promoção comercial dos produtos americanos, disse que os empresários brasileiros precisam conhecer melhor o mercado norte-americano. Na sua opinião, muitos não arriscam exportar por desconhecimento. "Mas somos um mercado formado de pequenos mercados. Se o Brasil investir mais em promoção comercial será fácil promover a entrada de novos produtos nos EUA. Os dólares investidos serão bem recompensados", argumentou.

Agencia Estado,

08 de maio de 2003 | 17h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.