Há janela para compra de ações da Petrobrás

O Unibanco Research acredita que os papéis da Petrobras continuarão voláteis até o segundo turno das eleições. Em relatório do dia 7 de outubro, os analistas Cleomar Parisi e Natalia Kerkis afirmam que "se as turbulências dos próximos dias levarem as cotações das ações da Petrobras abaixo do patamar dos R$ 40,00, estará novamente se abrindo uma janela de oportunidade para a compra dos papéis".Os especialistas acreditam que, com o adiamento da decisão sobre o futuro presidente, se reduz a probabilidade de haver uma correção dos preços dos principais combustíveis no curtíssimo prazo. Segundo a instituição, a remuneração líquida recebida das refinarias da Petrobras com a venda de gasolina e óleo diesel estava, na última sexta-feira, 32% e 31% abaixo do benchmark do mercado US Gulf, respectivamente. Eles também não acham que haja correção das defasagens em uma única rodada de reajuste de preços.O Unibanco também afirma que os planos dos dois candidatos à Presidência para o setor de petróleo em geral e para a Petrobras em particular é um assunto específico demais para ser debatido com profundidade durante a campanha. "Vale lembrar que, dados os custos brutais envolvidos nesta alternativa, consideramos menos provável que o próximo governo altere profundamente a regulamentação do setor de petróleo, acabando com o regime de livre mercado."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.