Halliburton era responsável por dados da Petrobras

A multinacional Halliburton informou nesta tarde que não vai se pronunciar sobre o furto de dados sigilosos da Petrobras confirmados hoje pela estatal. O furto teria ocorrido no dia 1º de fevereiro e já está sendo investigado pela Polícia Federal.A Halliburton, segunda maior companhia de serviços de petróleo do mundo, era a responsável pelos computadores que continham as informações da Petrobras. A empresa estava com estas informações por conta de um contrato que possui com a Petrobras desde o ano passado para fornecer serviços de teste de exploração e desenvolvimento em ambientes de alta pressão, alta temperatura e águas profundas no Brasil.O contrato, com validade de quatro anos, tem valor de US$ 270 milhões, e prevê que a empresa trabalhe juntamente com a Expro International Group para realização dos testes de reservatórios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.