Halliburton tenta substituir conselho da Baker Hughes

A Halliburton se mobilizou na sexta-feira para tentar substituir o conselho de administração da rival Baker Hughes, após negociações de fusão entre as empresas de serviços de petróleo terem sido suspensas.

AE, Estadão Conteúdo

15 de novembro de 2014 | 21h08

O impasse ocorreu no prazo de nomeação de diretores para o conselho da Baker Hughes para a reunião anual da companhia em abril. Os diretores da Baker Hughes são eleitos a cada ano. "A Baker Hughes está decepcionada que a Halliburton decidiu tentar substituir todo o conselho da Baker Hughes, em vez de continuar as discussões privadas entre as partes", disse o CEO da Baker Hughes, Martin Craighead.

As negociações entre as duas empresas com sede em Houston, que têm um valor de mercado combinado de US$ 70 bilhões, começaram e foram interrompidas nas últimas semanas, disseram fontes familiarizadas com a negociação. Agora a Halliburton pretende nomear candidatos para substituir o conselho completo de administração da concorrente, segundo a Baker Hughes.

Em comunicado detalhado na sexta-feira, a Baker Hughes disse que recebeu uma proposta não solicitada da Halliburton em 13 de outubro, e as conversas continuaram. A empresa disse que as duas companhias tinham feito "progressos substanciais" na análise das "questões antitruste substanciais" sobre a fusão. Mas a Halliburton "recusou-se a aumentar a sua primeira e única proposta" pela Baker Hughes e rejeitou não tirar funcionários da empresa antes de o negócio ser fechado.

Um porta-voz da Halliburton não quis comentar o assunto. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Euahalliburtonbaker hughesconselho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.