finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Hélio Costa diz que é contra a cobrança de assinatura básica

O futuro ministro das Comunicações, Hélio Costa, disse, depois de se despedir do Senado, que é contra a cobrança de assinatura básica nas contas de telefone fixo. "As empresas de telefonia não podem continuar acreditando que a economia brasileira é igual a da França ou dos Estados Unidos. O consumidor daqui não tem condições de pagar essa taxa de assinatura básica", afirmou. Segundo ele, esse assunto vai ser "uma boa briga" mas acredita que as empresas de telefonia terão que entrar "na briga" com ele. Para o ministro, uma forma de substituir essa cobrança seria a tecnologia do voice IP, que torna ligações de longa distância muito mais barata pela internet. Após a declaração do ministro, as ações das empresas de telecomunicações registraram queda na Bolsa de Valores. Ele disse também que vai apressar o debate sobre o padrão de TV digital, porque vai ampliar a inclusão digital. "Eu quero a discussão imediata do padrão de TV digital. Pretendo convidar todos os ministros de comunicação dos países da América do Sul para discutirmos qual o padrão que deve ser adotado. É através da TV digital que faremos a inclusão da digital no País".Em discurso de despedida no plenário, o senador disse que vai se aconselhar com os ex-ministros das Comunicações, citando nominalmente o senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA).

Agencia Estado,

08 de julho de 2005 | 13h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.