Choi Jae-koo/Yonhap/AP
Choi Jae-koo/Yonhap/AP

Herdeiro da Samsung é preso por pagamento de propina na Coreia do Sul

Executivo da maior fabricantes de smartphones do mundo está envolvido em escândalo que resultou no impeachment da presidente do país

Reuters

16 de fevereiro de 2017 | 20h19

O herdeiro e vice-presidente do conselho da Samsung, Jay Y. Lee, foi preso nesta quinta-feira, 16, na Coreia do Sul, acusado de envolvimento em um escândalo de corrupção que levou ao impeachment da presidente do país, Park Geun-hye.

Membro da terceira geração da família, Lee, de 48 anos, foi levado para o Centro de Detenção de Seul, após a decisão da corte, tomada na véspera após um dia inteiro de audiência a portas fechadas. A mesma corte havia rejeitado sua prisão no mês passado. Na terça-feira, 14, porém, um promotor fez um novo pedido de prisão contra o executivo por pagamento de propina e outros crimes. 

Os procuradores que entraram com o pedido de prisão acusam o herdeiro do império Samsung de suborno, desvio de dinheiro e perjúrio em conexão com cerca de US$ 37 milhões em pagamentos feitos pela Samsung a entidades supostamente ligadas à amiga da presidente Park Geun-hye. 

Os procuradores dizem que os pagamentos foram feitos em troca do apoio do governo a uma fusão controversa de duas afiliadas da Samsung que consolidaram o controle de Lee na Samsung Electronics. Nesta semana, as autoridades ainda acusaram Lee de esconder ativos no exterior, ocultando lucros obtidos a partir de atos criminais. 

Park e sua amiga, Choi Soon-sil, negaram qualquer malfeito. A Samsung reconheceu os pagamentos, mas negou ter se beneficiado de favores políticos. Os procuradores disseram que Lee afirmou ter sido forçado por Park a fazer os pagamentos, mas não recebeu nada em troca. 

Um porta-voz da Samsung não comentou a prisão. Lee nega envolvimento nos crimes./COM DOW JONES NEWSWIRES

Tudo o que sabemos sobre:
Samsung

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.