Hidrelétrica perderá espaço na matriz

O consumo de energia no País deverá crescer 4,8% ao ano até 2017. A estimativa está prevista na proposta de Plano Decenal de Expansão de Energia, que entra hoje em consulta pública. A proposta, divulgada ontem pelo Ministério de Minas e Energia, traz previsões para os próximos 10 anos nos setores de energia, petróleo, gás natural e etanol. A capacidade instalada de geração de energia elétrica do País, segundo a proposta, subirá dos atuais 99,7 mil megawatts (MW) para 154,7 MW em 2017. A energia de hidrelétricas continuará sendo predominante, mas sua participação cairá de 86% para 76% no período.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.