finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Hidrelétrica Teles Pires poderá emitir debêntures de infraestrutura

A usina hidrelétrica Teles Pires, que está sendo construída na divisa do Mato Grosso com o Pará, foi considerado projeto prioritário pelo Ministério de Minas e Energia e poderá receber recursos por meio de debêntures de infraestrutura.

Reuters

18 de abril de 2013 | 10h53

A autorização foi publicada em portaria do Diário Oficial da União desta quinta-feira.

A hidrelétrica é de responsabilidade da Companhia Hidrelétrica Teles Pires, sociedade de propósito específico constituída por Neonergia, Odebrecht Energia e pelas empresas do grupo Eletrobras Eletrosul e Furnas. A usina faz parte do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) do governo federal e terá 1.820 megawatts de potência instalada quando estiver concluída.

A entrada em operação da usina está prevista para abril de 2015, segundo informação no site da Eletrosul.

As debêntures de infraestrutura tem isenção fiscal e podem ser emitidas para levantar recursos para projetos desse segmento.

(Por Anna Flávia Rochas)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIATELESPIRESDEBENTURES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.