finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Hidrovia no Tietê receberá investimentos de R$ 900 mi

O Ministério dos Transportes vai investir R$ 900 milhões na hidrovia do rio Tietê, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A previsão é de que as obras ampliem a capacidade de carga no Complexo Tietê-Paraná dos atuais 5 milhões de toneladas/ano para até 17 milhões em 2015.

EDUARDO RODRIGUES, Agencia Estado

26 de abril de 2012 | 11h04

O acordo foi assinado ontem com o Governo do Estado de São Paulo, confirmando um protocolo de intenções assinado ainda no ano passado. De acordo com o ministério, o objetivo das obras é a eliminação de gargalos, melhorando a navegabilidade no rio que corta a capital paulista. Entre os projetos contemplados estão a ampliação de vãos de pontes, melhorias nas eclusas e retificação de canais e dragagem.

Esse primeiro Termo de Compromisso prevê o desembolso federal inicial de R$ 42,3 milhões nos próximos meses, nas obras do canal de navegação da Eclusa de Ibitinga, no reforço dos pilares das pontes de Igaraçu do Tietê e da rodovia BR-153. Também estão previstas obras nas pontes das rodovias estaduais SP-333 e SP-425.

Tudo o que sabemos sobre:
transportehidroviaTietê

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.