Hillary acredita em consenso da ONU sobre questão nuclear do Irã

Os Estados Unidos estão otimistas de que o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) chegará a um acordo sobre o que fazer em relação ao programa nuclear do Irã, afirmou a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, nesta terça-feira.

REUTERS

30 de março de 2010 | 17h10

Hillary, que defendeu as sanções como parte da diplomacia, disse que o Irã tem mostrado repetidamente falta de vontade para cumprir suas obrigações ao longo dos últimos 15 meses.

"É com base nisso que expresso meu otimismo de que vamos chegar a um consenso no Conselho de Segurança", disse ela em entrevista coletiva após uma reunião de ministros do Exterior do Grupo dos Oito, que reúne os principais países industrializados.

Os representantes ocidentais do Conselho de Segurança da ONU pressionam por mais sanções ao Irã. A China se mostra mais relutante, alegando preferir uma solução diplomática.

"Vemos uma crescente conscientização por parte de muitos países, incluindo a China, sobre as consequências de um Irã armado nuclearmente", afirmou Hillary.

(Reportagem de Andrew Quinn e David Ljunggren)

Tudo o que sabemos sobre:
GOITOHILLARYIRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.