Hipotecas em execução nos EUA sobem a 4,63% no 1ºtri e atingem recorde

No mesmo período de 2009, porcentual atingiu 3,85%

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

19 de maio de 2010 | 13h30

O número de hipotecas em processo de execução nos Estados Unidos aumentou para o recorde de 4,63% do total no primeiro trimestre de 2010, em termos não ajustados sazonalmente, ante 4,58% no quarto trimestre de 2009, segundo a Mortgage Bankers Association (MBA). O porcentual de hipotecas em processo de execução foi de 3,85% no primeiro trimestre de 2009.

Nos primeiros três meses do ano, o porcentual de hipotecas em processo de execução ou com pelo menos um pagamento em atraso foi de 14,01%, em termos não ajustados sazonalmente, inferior aos 15,02% no quarto trimestre do ano passado.

Mas a taxa de inadimplência ajustada sazonalmente das hipotecas de uma a quatro unidades de imóveis residenciais, que inclui hipotecas com pelo menos um pagamento em atraso, mas não inclui aquelas em execução, subiu para 10,06% no primeiro trimestre, de 9,47% no último trimestre de 2009. A taxa de inadimplência foi de 9,12% no primeiro trimestre de 2009.

A pesquisa trimestral de inadimplência nacional da MBA abrange 44,3 milhões de hipotecas de imóveis de uma a quatro unidades residenciais, que representam 85% de todos as hipotecas de primeira linha em circulação nos Estados Unidos.

"A questão é que neste trimestre as taxas de inadimplência ajustadas sazonalmente subiram, enquanto as taxas sem o ajuste sazonal caíram", disse Jay Brinkmann, economista chefe da MBA, em uma nota para a imprensa. "As taxas de inadimplência atingem tradicionalmente um pico no quarto trimestre e recuam no primeiro trimestre e nós vimos essa queda nos dados no primeiro trimestre. A questão é se a queda representa nada mais do que uma queda sazonal normal ou uma melhora mais fundamental.

O porcentual de hipotecas que entraram em processo de execução foi de 1,23% no primeiro trimestre, em termos não ajustados sazonalmente, acima de 1,20% no quarto trimestre do ano passado. O número é inferior ao porcentual de 1,37% no primeiro trimestre de 2009. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
euahipotecasrecorde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.