Hitachi sai de prejuízo para lucro operacional de US$ 106,5 mi

O conglomerado japonês de produtos eletrônicos Hitachi Ltd. voltou ao azul em bases operacionais no trimestre até dezembro de 2002, graças à reestruturação de suas operações de equipamentos para telecomunicações e de semicondutores. A Hitachi registrou um lucro operacional de 12,8 bilhões de ienes (US$ 106,5 milhões) no terceiro trimestre fiscal até 31 de dezembro de 2002, ante o prejuízo operacional de 69,2 bilhões de ienes em igual período de 2001. O lucro líquido foi de 1,33 bilhão de ienes (US$ 11,0 milhões), uma significativa melhora em relação ao prejuízo líquido de 115,8 bilhões de ienes em 2001. As vendas subiram para 1,92 trilhão de ienes (US$ 15,9 bilhões), de 1,83 trilhão de ienes em 2001. A Hitachi prevê um lucro operacional do grupo de 150 bilhões de ienes (US$ 1,24 bilhão) no ano fiscal a terminar em 31 de março de 2003. A projeção dos analistas é de um lucro operacional entre 130 bilhões de ienes (US$ 1,08 bilhão) e 150 bilhões de ienes (US$ 1,24 bilhão). A companhia beneficiou-se de uma recuperação em sua divisão de sistemas de comunicação e informação, que teve um lucro operacional de 1,81 bilhão de ienes (US$ 15,0 milhões) no trimestre, ante um prejuízo de 13,54 bilhões de ienes em 2001.A divisão cobre equipamentos para telecomunicações, computadores e armazenamento. O prejuízo operacional em sua divisão de semicondutores, vídeos e equipamentos para fabricação de chips caiu para 6,01 bilhões de ienes (US$ 50 milhões), de 54,04 bilhões de ienes em 2001.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.