Holanda propõe congelar salários e elevar impostos para reduzir déficit

Governo também quer que a idade mínima para aposentadoria seja elevada gradualmente 

Andréia Lago, da Agência Estado,

26 de abril de 2012 | 17h19

AMSTERDÃ - O ministro de Finanças da Holanda, Jan Kees de Jager, anunciou as medidas propostas para cortar o Orçamento do país e reduzir o déficit orçamentário do setor público a 3% do PIB até 2013, como prevê o pacto fiscal da União Europeia.

De Jager propôs congelar os salários de servidores civis por dois anos e elevar o imposto sobre valor agregado (VAT, na sigla em inglês) de 19% para 21%.

Além disso, o governo propõe que a idade mínima para aposentadoria no país seja elevada gradualmente até 66 anos até 2019, subindo para 67 anos até 2024.

Segundo o ministro, as medidas buscam fortalecer o crescimento econômico da Holanda e melhorar os mercados locais de imóveis e de trabalho.

Tudo o que sabemos sobre:
HolandaEuropaCrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.