Honda fará recall de 200 mil veículos

TÓQUIO

, O Estado de S.Paulo

26 de julho de 2011 | 00h00

A montadora japonesa Honda Motor anunciou ontem que fará um recall de cerca de 200 mil veículos de passageiros globalmente por causa de um defeito em peças de motores. A companhia informou ter recebido 63 reclamações de clientes no Japão sobre problemas de funcionamento de motores provocados pelo defeito apresentado, mas ressalvou que nenhum veículo se envolveu em acidentes.

A Honda disse que fará, apenas no Japão, um recall de mais de 50 mil unidades dos modelos Stream, Civic e Crossroad que foram produzidos nas suas fábricas domésticas no período entre julho de 2008 e julho de 2010.

A montadora trocará parafusos do motor que podem causar problemas com o sistema de resfriamento e, eventualmente, causar paradas do motor.

"Mundialmente, há cerca de 200 mil carros, incluindo 50.122 no Japão, que apresentam problemas similares", afirmou um porta-voz da Honda, acrescentando que fará um recall de cerca de 100 mil unidades na América do Sul e de aproximadamente 6.800 na Europa.

O restante dos veículos passará pelo recall no Oriente Médio e na África. De acordo com a empresa, não há necessidade de se fazer reparos nos carros que atualmente circulam na América do Norte.

No Brasil, a Honda informou que "está analisando a situação das unidades do modelo New Civic produzidas em território nacional e informará tão logo tenha uma posição". O sedã é fabricado em Sumaré (SP) e tem componentes do motor importados do Japão. Nos primeiro semestre, foram vendidas 12.366 unidades do Civic no País, ante 15.691 em igual período de 2010. / AGÊNCIAS INTERNACIONAIS e C.S.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.