finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Honda vai reduzir produção no Japão e cortar 270 empregos

O grupo está reduzindo modelos de exportação e no Reino Unido diminuirá produção domodelo Civic

Marcílio Souza, da Agência Estado,

21 de novembro de 2008 | 15h02

A montadora japonesa Honda informou nesta sexta-feira,21, que vai cortar sua produção doméstica em 40 mil veículos, de seu plano de vender 1,32 milhão de unidades no atual ano fiscal, que termina em 31 de março de 2009. O grupo está reduzindo seu volume de remessas de modelos de exportação, como o sedã Accord, para a América do Norte e Europa. A força de trabalho temporária será reduzida em 270 pessoas na fábrica de Saitama até o final do ano. O corte representa 0,2% do número total de seus empregados.       Veja também:   De olho nos sintomas da crise econômica  Lições de 29 Como o mundo reage à crise  Dicionário da crise    Além disso, a unidade da montadora no Reino Unido que fabrica o Civic e utilitário esportivo CR-V vai produzir 21 mil veículos a menos do que o plano inicial de 196 mil unidades. Ontem, a companhia já havia dito que pretende reduzir em 18 mil unidades sua produção planejada de 1,43 milhão de unidades para este ano fiscal na América do Norte.   Com os cortes, o volume combinado de produção da companhia no Japão, Europa e América do Norte vai cair para 2,86 milhões de veículos no atual ano fiscal, dos 2,94 milhões inicialmente planejados. A previsão de vendas globais, no entanto, foi mantida em 4,02 milhões de unidades. Outras grandes montadoras japonesas já anunciaram cortes. A maior delas, a Toyota, informou que cortará em 52 mil unidades sua produção no ano até março, para 7,92 milhões, e que pode ter de reduzir à metade o número de funcionários temporários no Japão, para 3 mil, nesse período. Há uma semana, a Nissan informou que irá diminuir a produção no Japão em 75 mil veículos e cortar 500 empregos. Ontem, Mazda e Isuzu anunciaram um corte combinado de 2,7 mil empregos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
crise financeiraHondamontadoras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.