Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Hopi Hari deve anunciar hoje fechamento temporário

Com dívidas de R$ 700 milhões, sem pagar funcionários há três meses, parque tentava uma empréstimo para seguir com operação em atividade

Renato Jakitas, O Estado de S.Paulo

12 de maio de 2017 | 13h52

Sem dinheiro para seguir com a operação, o parque de diversões Hopi Hari vai anunciar nesta sexta-feira que pretende fechar a portas ao público. Em nota que será divulgada no final da tarde, o dono do Parque, José Luiz Abdalla, vai destacar que a paralisação é uma "pausa para tomar fôlego e voltar com toda a força".

Por volta das 13h30 desta sexta-feira, 12, a diretoria do parque convocou uma reunião com os funcionários para anunciar a paralisação. 

Na nota, Abdalla reclama dos "ataques raivosos" e de "infames reportagens", em uma alusão à reportagem publicada neste 'Estado' no início da semana.


A matéria retratou a situação atual do parque, imersa em uma dívida de R$ 700 milhões, sem pagar os funcionários desde 5 de fevereiro e, desde 25 de março, sem cobertura de seguro para acidentes com frequentadores ou eventuais danos aos equipamentos.

O parque buscava um empréstimo de R$ 5 milhões para prosseguir com a operação até o final do ano. No curto prazo, Abdalla tentava levantar R$ 100 mil para conseguir renovar o contrato com a empresa fornecedora dos geradores de eletricidade, já que uma conta em aberta no valor de R$ 580 mil fez com que a distribuidora CPFL cortasse a luz do Hopi Hari no começo de abril.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Hopi Hari

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.