Horário dos bancos não muda pelos próximos dias

Mesmo com o anúncio do fim do racionamento de energia, previsto para ocorrer hoje, os bancos ainda deverão manter o atual horário de funcionamento pelo menos por mais dez dias. As agências estão abrindo das 9 horas às 14 horas ou das 9 horas às 15 horas, de acordo com a cidade.Segundo o diretor de Normas do Banco Central, Sérgio Darcy, o novo horário somente será definido na reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN) marcada para o dia 28. A idéia do BC é restabelecer o horário que prevalecia antes do racionamento, mas o assunto será discutido pelos diretores do BC e precisa ser aprovado pelo CMN. De acordo com uma resolução de julho de 1996, as instituições financeiras podem definir o horário de funcionamento das suas agências desde que mantenham as portas abertas ao público por, pelo menos, cinco horas diárias ininterruptas. O BC também exige que todos os bancos do País estejam aberto no período compreendido entre 12 horas e 15 horas.Com base nessa orientação, a Federação das Associações de Bancos recomendou horários distintos para cada região, observando o porte de cada cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.