bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Horários não mudam durante jogos da Copa

O costume brasileiro de faltar ao trabalho durante os jogos do Brasil durante a Copa do Mundo não será mantido esse ano, já que a maior parte dos jogos será muito cedo. A exceção será o último da primeira fase, contra a seleção da China, às 8h30, mas este será no sábado. Portanto, o consumidor pode contar com a maior parte dos serviços em seu horário normal.De acordo com a Associação Brasileira das Redes de Farmácias e Drogarias (Abifarma), toda a rede de farmácias funcionará em seus horários normais em todo o País. A associação informou que, pelo fato de esse ser um serviço essencial, não poderia ficar comprometido pelos jogos.A SPTrans informou que vai alterar apenas o horário de pico nesta segunda-feira. Normalmente, a frota total de ônibus está nas ruas entre as 6h e 8h. Porém, como jogo do Brasil começará às 6h o horário de pico nesta segunda será das 8h às 10h. O Metrô não vai alterar seus horários nos dias dos jogos da seleção. Os Correios também continuarão funcionando, em todo o País, em seu horário normal.O Banco Central informou que ainda não foi decidido, em conjunto com a Febraban, se haverá mudança no horário de abertura dos bancos. De acordo com o BC, essa possibilidade é remota. A maior probabilidade é de que haja mudanças apenas se houver alteração no horário do comércio local.Nesse caso, pelo menos em São Paulo, fica tudo como está. Segundo a Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fcesp), o horário de funcionamento de cada estabelecimento dependerá do acordo entre o dono e seus funcionários. Ou seja, não haverá mudanças gerais, mas sim específicas. Na segunda-feira, o expediente nas repartições públicas municipais será iniciado duas horas depois do fim do jogo da seleção brasileira.As Justiças Federal e Estadual continuam nos mesmos horários. A primeira, das 11h às 19h; a segunda, das 9h às 19h. a Justiça do Trabalho está em greve. O expediente da Administração Pública Federal direta, das autarquias e fundações será das 12h às 19h. Por abrirem às 10h, os shopping centers também não sofrerão alterações em seus horários. Segundo a Associação Brasileira dos Shopping Centers (Abrasce), as exceções são o Barra Shopping, no Rio de Janeiro, e o Center Vale, na região do Vale do Paraíba, em São Paulo, que, no sábado, dia 4 de junho, abrirão às 11h.A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) informou que as possíveis alterações dependem da rede a que pertence cada estabelecimento, mas que, provavelmente, não serão feitas mudanças.

Agencia Estado,

31 de maio de 2002 | 16h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.