HP lança tablet para disputar com o iPad

Slate 500 tenta se diferenciar dos rivais ao ficar mais próximo de um PC que de um smartphone

REUTERS, O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2010 | 00h00

A Hewlett-Packard revelou seu primeiro produto para o crescente mercado de computadores tablet, um aparelho de US$ 799 acionado pelo Windows e dirigido a clientes empresariais.

O Slate 500, da HP, tenta reproduzir a experiência dos computadores em forma de tablet, e representa contraste com relação a rivais que deram aos seus aparelhos uma cara mais parecida com a de um celular inteligente. O Slate 500 opera com a mesma versão do Windows 7 usada por muitas empresas em seus computadores convencionais.

O tablet tem preço superior ao de produtos concorrentes, como o iPad, que deu início à mania dos tablets ao ser lançado, meses atrás. O produto da HP tem tela de 8,9 polegadas e sistema multitoque, pesa 700 gramas e vem com 64 gigabytes de armazenagem e uma caneta especial.

O aparelho tem acesso Wi-Fi, mas não oferece capacidade integrada de conexão a redes de celulares de alta velocidade, ao contrário de rivais como o iPad, o Galaxy Tab, da Samsung Electronics, e o Dell Streak.

Carol Hess-Nickels, diretora de marketing de notebooks para empresas na HP, enfatizou as utilidades para negócios do Slate. Segundo ela, companhias de varejo, saúde e seguros, entre outras, podem criar aplicativos especiais para aproveitar a portabilidade do aparelho. "É como um computador com funções plenas, e opera com o Windows; ele executa os aplicativos a que o usuário está acostumado, mas o faz em forma de tablet", disse.

O preço de US$ 799 o torna mais caro que o iPad com acesso Wi-Fi, cujos preços vão até US$ 699. O preço do iPad 3G começa em US$ 629.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.