HSBC decide fechar operação de varejo na Rússia

Setor bancário russo é dominado por bancos estatais que controlam 60% dos ativos do sistema

Reuters,

25 de abril de 2011 | 12h56

O HSBC, maior banco da Europa, está perto de encerrar sua operação de varejo na Rússia após apenas dois anos de operação. A decisão vai seguir os passos tomados pelo britânico Barclays. O setor bancário da Rússia é dominado por bancos estatais que controlam 60% dos ativos do sistema como um todo.

"Após uma revisão estratégica, está claro que a oportunidade mais forte para o HSBC na Rússia está em atender empresas e clientes institucionais", disse Huseyin Ozkaya, presidente-executivo do HSBC Russia, nesta segunda-feira.

"É por isso que tomamos a decisão de sair de nossas operações de varejo e reduzir nossa presença em private banking a um escritório de representação."

O HSBC, cuja unidade na Rússia está entre os 100 maiores bancos do país, pediu aos clientes para encerrarem suas contas até 30 de junho.

A decisão do HSBC, que começou a operar varejo na Rússia em meados de 2009, segue-se a anúncio do Barclays em fevereiro, de que estava vendendo sua unidade de varejo pois não foi capaz de competir no segmento. O Barclays optou por se concentrar em operações de banco de investimento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.