HSBC recomenda compra de ações de Furnas

Analistas de mercado acreditam que comprar ações de Furnas com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) será um bom negócio, como foi no caso das ações excedentes da Petrobrás. De acordo com o gerente de investimentos do HSBC Investment Bank Brasil, Fernando Aoad, a boa avaliação vem da capacidade do sistema, que tem a maior geração de energia do País: potencial instalado de 9 mil MW, ou seja, 40% do usado pelo País. No último ano, Furnas gerou 155 mil GW. "A energia é um ativo escasso no Brasil e tende a se valorizar. Por isso, os problemas temporários de falta de chuvas não afetam as avaliações."Segundo os analistas, o histórico do rendimento excelente das ações da Petrobrás podem incentivar a adesão ao sistema de compra com até 60% do FGTS. Em menos de oito meses, as ações de Petrobrás renderam 43,65%. Hoje, cada ação vale R$ 49,50, contra os R$ 34,46 em agosto do último ano. "Qualquer investimento é melhor do que deixar o dinheiro no FGTS e Furnas tem uma ótima perspectiva no mercado", explica Aoad. No caso das ações da Petrobrás, para que o FGTS tivesse o mesmo rendimento no período, ou seja, em menos de oito meses, seriam necessários quase nove anos. O reajuste do fundo pelo governo é de Taxa Referencial (TR) mais 3% ao ano.

Agencia Estado,

04 de abril de 2001 | 10h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.