HSBC vende operação de varejo no Chile ao Itaú

O banco Itaú Chile, unidade do Itaú Unibanco, acertou a compra da operação de varejo bancário do HSBC no Chile.

REUTERS

29 de setembro de 2011 | 11h57

Para o HSBC, maior banco europeu, o negócio marca mais uma etapa no seu plano de reduzir posição em países onde não possui escala para competir com grandes instituições financeiras locais.

O acordo de venda de ativos do HSBC para o Itaú Chile envolve quatro agências em Santiago e tem valor de cerca de 20 milhões de dólares

A expectativa é que a transação seja concluída no final do trimestre. O HSBC pretende manter suas operações de banco de investimento e comercial no Chile.

Sob estratégia lançada pelo novo presidente-executivo do HSBC, Stuart Gulliver, a instituição planeja sair de áreas onde não possui escala.

O HSBC vendeu seu portfólio de cartão de crédito nos Estados Unidos por 2,6 bilhões de dólares a mais que o valor de face dos seus empréstimos e vendeu 195 agências nos EUA por 1 bilhão de dólares.

O HSBC vendeu também a corretora canadense e a operação de varejo bancário na Rússia.

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSITAUHSBC*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.