Hubner: não falamos em possibilidade de racionamento

O ministro interino de Minas e Energia, Nelson Hubner, descartou hoje qualquer possibilidade de o País viver um novo racionamento de energia elétrica. Segundo ele, na reunião de hoje do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico "não se falou na possibilidade de racionamento". O ministro disse ainda que o governo não vê necessidade de realizar campanhas junto a população para incentivar a economia de energia porque, segundo ele, neste momento, todo o esforço está sendo feito no sentido de buscar alternativas de energia. Além disso, na avaliação do ministro, o período chuvoso apenas começou, embora a situação esteja bem pior neste início de 2008 do que em anos anteriores.Hubner descartou também reflexos ao consumidor, como aumento de tarifas, como decorrência do acionamento das térmicas. "Não haverá reflexo algum nos preços porque estas térmicas despachadas hoje já têm os seus contratos assinados", afirmou.Ele garantiu que as decisões foram tomadas a partir de simulações de situações críticas tanto no Nordeste quanto no Sudeste e, desta forma, acredita que as ações vão garantir oferta suficiente de energia em 2008 e também em 2009.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.