Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Hubner: saída da Eletronorte não prejudica leilão

O ministro de Minas e Energia, Nelson Hubner, disse há pouco que a Eletronorte e a Alusa mantiveram negociações durante esta semana, até ontem, na tentativa de viabilizar a participação em consórcio no leilão da hidrelétrica de Santo Antônio, no rio Madeira.Hubner explicou que a Eletronorte optou por fazer sua inscrição para o leilão para ter mais tempo de negociar a possível participação com a Alusa. A avaliação da Eletronorte é que não haveria condições de colocar um consórcio competitivo no leilão, descreveu o ministro ao chegar ao parque eólico de Osório, onde participa de um evento em comemoração ao primeiro ano de operação comercial do complexo.O ministro avaliou ainda que a saída da Eletronorte não prejudica a competitividade no leilão. O ideal, segundo ele, seria que houvesse mais grupos, mas, com a participação de pelo menos três grupos fortes, "acho que vai dar uma competição boa", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.