Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Hypermarcas avança entre os anunciantes

A empresa sobe 25 posições no ranking dos maiores

Marili Ribeiro, O Estadao de S.Paulo

25 de maio de 2009 | 00h00

Dois anunciantes e três agências de publicidade subiram de posição no ranking da publicação anual Agências & Anunciantes, levantamento feito pelo Grupo M&M, que se dedica à prestação de serviços para o meio publicitário. A Hypermarcas, companhia com um portfólio concentrado em produtos populares, pulou da 32ª posição no total de investimentos em 2007 para a 7ª no ano passado, com mais de R$ 200 milhões aplicados em propaganda. A ascensão do anunciante Hypermarcas ao grupo dos dez maiores é a alteração mais vistosa do balanço do ano de 2008. Os dados apresentados consideram o levantamento do total de publicidade veiculada por televisão, rádio, jornais e revistas, feito pelo Ibope Monitor, que depois sofrem um expurgo, já que o Agências & Anunciam aplica sobre os números apurados os descontos correntes no mercado de anúncios.Com isso, a publicação se aproxima mais da real situação vivida pelo setor e chega a registrar até uma diferença da ordem de 60% em relação aos números apurados pelo Ibope, que são aferidos com base nas tabelas oficiais de preços do espaço publicitário dos veículos de comunicação. Pelas projeções da publicação do Grupo M&M, as agências movimentaram no ano passado R$ 20,5 bilhões em verbas de propaganda, ante R$ 17,5 bilhões no ano anterior. O levantamento lista também as 50 maiores agências de publicidade no ano por faturamento e também os 300 maiores anunciantes por total de investimentos. Além da Hypermarcas, que segue expandindo a sua verba em marketing, pois fechou este ano contrato com o Corinthians para ter a marca Bozzano (de produtos para barbear) na camisa do timão, a montadora Volkswagen também subiu seis posições no ranking deste ano. Ficou na 9ª colocação, com R$ 198,4 milhões investidos em publicidade em 2008. Dois lançamentos de veículos impulsionaram as campanhas de marketing da Volks, que teve até a cara top model Gisele Bündchen como garota-propaganda, ao lado do ator americano Sylvester Stallone, o eterno personagem Rambo, anunciando o novo Gol.Na liderança, não houve alterações muito expressivas em relação aos rankings dos últimos anos. A rede de varejo Casas Bahia, da família Klein, manteve a primeira posição, com uma verba estimada de R$ 1,212 bilhão no ano passado.Entre as agências de propaganda, três entram no time das dez mais: Giovanni + DarftFCB, que ganhou cinco posições e agora está em 7ª lugar; a Borghierh/Lowe, que sai da 13ª para a 9º posição; e a NeogamaBBH, que subiu um degrau, para a 10ª colocação. A liderança segue com a Young & Rubicam, que detém a conta da Casas Bahia, seguida da JWT e da AlmapBBDO.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.