Hyundai prevê aumento de 10% nas vendas em 2007

A Hyundai Motor, maior fabricante sul-coreano de automóveis, pretende vender 9,4% a mais de veículos em 2007, graças ao aumento da produção em suas fábricas no exterior, informou nesta terça-feira a agência de notícias Yonhap.O objetivo da Hyundai é vender 2,73 milhões de carros este ano, contra 2,5 milhões de 2006. A empresa não atingiu a sua meta de 2,69 milhões de unidades por causa da valorização do won e de várias greves.A empresa sul-coreana prevê uma receita de US$ 45 bilhões, 13,5% a mais que em 2006. Até 2010, a meta é ser um dos cinco maiores fabricantes mundiais em produção. Atualmente, ocupa o sétimo lugar, ao lado da filial Kia Motors.A Kia espera vender este ano 1,54 milhão de carros, 22% a mais que em 2006, e obter uma receita de US$ 23 bilhões.As duas empresas planejam aumentar sua produção nas fábricas nos Estados Unidos, China, Índia e Europa.O presidente da Hyundai Motor, Chung Mong-koo, afirmou a seus empregados, na sua mensagem de Ano Novo, que a empresa "precisa manter uma rentabilidade estável" e aumentar sua qualidade para atrair compradores estrangeiros.Segundo analistas citados pela agência Yonhap, os principais problemas da Hyundai são as constantes disputas trabalhistas e as acusações de corrupção.O presidente do gigante sul-coreano, de 68 anos, foi detido em 28 de abril, acusado de desvio ilegal de fundos e suborno de funcionários públicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.