IABr prevê 4,77 mi de t de importação indireta em 2012

A importação indireta de aço, aquela feita via compra de carros, linha branca e máquinas importadas, por exemplo, deverá somar 4,775 milhões de toneladas em 2012, leve queda em relação ao volume de 2011, de 5,015 milhões de toneladas.

FERNANDA GUIMARÃES, Agencia Estado

26 de junho de 2012 | 15h23

De acordo com o presidente do conselho diretor do Instituto Aço Brasil (IABr), André Gerdau Johannpeter, a situação preocupa, já que está provocando "a desindustrialização" no Brasil. A importação direta do aço deverá fechar o ano em 3,64 milhões de toneladas, volume 3,8% menor ao registrado em 2011. Com isso, a importação total de aço deverá chegar em 8,415 milhões de toneladas, que representaria um recuo de 4% em relação ao volume importado em 2011.

Tudo o que sabemos sobre:
AçoIABrimportações indiretas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.