IBGE: 24% das empresas fecham no primeiro ano

Do total de 467,7 mil empresas que apareceram pela primeira vez no mercado em 2007, 24,42% (114,2 companhias) faliram em 2008, segundo pesquisa divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A analista da pesquisa, Katia Medeiros de Carvalho, disse que não há dados referentes a anos anteriores porque houve mudança na metodologia da pesquisa. Mas segundo ela esse porcentual não se modifica muito ao longo dos anos. A taxa de sobrevivência tem relação direta com o porte da empresa.

JACQUELINE FARID, Agencia Estado

27 de outubro de 2010 | 13h44

O estudo do IBGE mostra ainda que, em 2008, foram criadas 889.486 empresas no País, volume maior que as 814.122 companhias criadas em 2007. Ainda em 2008, um total de 719.915 empresas saíram do mercado e fecharam as portas, enquanto em 2007 o total foi de 726.363. A analista da pesquisa Denise Guichard Ferreira informou que os dados não espelham a crise que ocorreu no fim de 2008. "A crise foi bem no final do ano e as empresas não saem imediatamente do mercado. Há uma defasagem temporal", disse. Segundo ela, os efeitos da crise poderão ser mensurados nos indicadores de 2009.

Tudo o que sabemos sobre:
empresasaberturafechamentoestudoIBGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.