IBGE adia divulgação de taxa de desemprego de junho por greve de servidores

Paralisação já havia impossibilitado a conclusão da taxa média de maio da Pesquisa Mensal de Emprego (PME)

REUTERS

24 de julho de 2014 | 09h14

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) adiou a divulgação da taxa média de desemprego de junho, prevista para esta quinta-feira, por causa da greve de servidores, no segundo atraso seguido na publicação desse indicador.

A paralisação já havia impossibilitado a conclusão da taxa média de maio da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), e o IBGE ainda não tem data prevista para a publicação de ambos os números.

A greve, iniciada em 26 de maio em vários Estados do país por melhores salários e condições de trabalho, impediu a conclusão dos números de duas das seis regiões metropolitanas analisadas: Salvador e Porto Alegre.

O IBGE trabalha para substituir a PME pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, mais abrangente.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

Tudo o que sabemos sobre:
MACRODESEMPREGOADIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.