IBGE: alimentos respondem por 54% do IPCA de maio

O grupo de alimentos e bebidas contribuiu, sozinho, com 0,43 ponto porcentual, ou 54%, da taxa de 0,79% do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de maio, de acordo com o IBGE. Esse grupo registrou alta de 1,95% em maio, acima da variação de 1,29% em abril. Segundo o documento de divulgação da pesquisa, "poucos alimentos escaparam da alta generalizada, sendo as frutas (-5,40%) e o feijão carioca (-11,26%) as exceções a serem destacadas. Os demais preços tiveram crescimentos expressivos". O arroz liderou a contribuição individual (0,11 ponto porcentual) do IPCA de maio, com aumento de 19,75% nos preços. Outros destaques de alta foram o pão francês (4,74%) e as carnes (3,45%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.