IBGE: alimentos respondem por metade do IPCA de abril

A alta dos alimentos novamente foi destaque na inflação apurada pelo IPCA de abril. Os preços dos alimentos subiram 1,29% em abril, acima do porcentual de março, que foi de 0,89%. Os alimentos contribuíram com cerca de metade do índice.O maior destaque individual foi o pão francês, que teve alta de 7,33% em abril e contribuiu com 0,08 ponto porcentual para o IPCA. Outros derivados de trigo que também mostraram alta foram farinha (6,80%), macarrão (2,34%), pão doce (3,02%) e pão de forma (1,12%).Ainda na lista de alimentos que tiveram altas significativas em abril estão a cebola (15,87%), leite pasteurizado (3,56%), óleo de soja (3,18%), arroz (1,96%) e as carnes (1,35%). Por outro lado, o preço do feijão carioca teve queda de 10,99%. O preço do ovo baixou 4,03% e o da carne de frango caiu 3,02%. Açúcar refinado e feijão preto também tiveram reduções destacadas pelo IBGE de, respectivamente, 1,25% e 0,73%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.