IBGE: alimentos sobem 0,73% e puxam IPCA de novembro

O grupo de Alimentos e Bebidas registrou alta de 0,73% em novembro e foi o principal responsável (com contribuição de 0,16 ponto porcentual) pela elevação do IPCA no mês passado, segundo o IBGE. A maior contribuição individual (0,10 ponto porcentual) para o índice foi dada pelas carnes, que aumentaram 5,71%.Outra pressão sobre o índice foi dada pela gasolina, cujo reajuste passou de 0,36% em outubro para 0,64% em novembro. Por outro lado, ajudaram a conter o IPCA em novembro a deflação apurada no leite pasteurizado (-6,84%), e a desaceleração no grupo de vestuário, cuja alta passou de 0,72% em outubro para 0,55% em novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.