IBGE: alimentos têm a maior alta mensal desde 1994

Em um mês cheio de recordes de alta no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), os alimentos registraram em maio a maior elevação (1,95%) mensal apurada pelo IBGE desde o início do Plano Real (1994), segundo a coordenadora de índices de preços do instituto, Eulina Nunes dos Santos. "Podemos afirmar com segurança que a alta dos alimentos é generalizada", disse. Segundo ela, a significativa alta que vem sendo registrada nos alimentos ocorre apesar da safra recorde de 144 milhões de toneladas prevista para este ano, refletindo os aumentos internacionais de preços por causa da alta da demanda no mercado externo e também no mercado doméstico. No caso do arroz, por exemplo, o reajuste de 19,75% apurado em maio de 2008 consiste na maior alta mensal desde o início do Plano Real, apesar do aumento de 10% na safra previsto para este ano, de 12,2 milhões de toneladas. De janeiro a maio de 2008, o arroz já acumula alta de 25,75%, ante uma queda de 1,90% acumulada em todo o ano de 2007. O IPCA de 0,79% apurado pelo IBGE em maio representou a maior taxa mensal desde abril de 2005, quando havia chegado a 0,87%. E é o maior para meses de maio desde 1996.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.